terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Castigar com criatividade

A Mi é uma excelente aluna e teve notas óptimas no primeiro trimestre. Está no 5.º ano. No entanto, nos primeiros testes de Janeiro desceu exactamente às disciplinas que teve 5 no primeiro trimestre.... Fiquei fula pois percebi que era excesso de confiança e pouco trabalho. Sei que os testes foram na semana seguinte à sua festa de anos, mas tem obrigações e tem de as cumprir....
Quando veio o primeiro teste em que baixou a nota, castiguei-a... não jogava computador durante a semana... pareceu-lhe um drama mas nem lhe custou nada...
Segundo teste que baixou, pensei... outro castigo??? Sim, mas diferente.... Dei-lhe a escolher: mais uma semana sem computador ou fazia um trabalho da disciplina, História, que adora, sobre um tema à sua escolha do que estavam a estudar e poderia entregar à professora para tentar compensar a descida...
Temi pela escolha... Mas ela escolheu bem e escolheu o trabalho!
Passou a tarde de domingo a fazer um trabalho sobre D. Afonso Henriques. Ficou a saber a matéria na ponta da língua, aprendeu a fazer um trabalho com boa apresentação - pois eu e o pai supervisionámos - e percebeu que às vezes temos de lutar e dar o nosso melhor para ter frutos...
Segunda feira de manhã levou o trabalhinho muito feliz, que entregou à professora.
Perguntei-lhe: então... será melhor estudar para os testes com cabeça e estar com atenção ou ter de fazer depois trabalhos para compensar????
Claro que me disse que não se iria repetir e ia estudar para os testes!!!
Valeu a pena este castigo... foi pedagógico e nem o sentiu como castigo....
Às vezes vale a pena ser criativa nos castigos

2 comentários:

  1. Por aqui também se usam muito esses castigos. E sem sentimentos de culpa!

    ResponderEliminar
  2. Um castigo muito educativo.

    ResponderEliminar